Contactos

Sena Contabilidade

  • Pessoa de contato: Roberto Sena
  • Telefone: +55 (081) 3097-42-03, Vivo Fixo
  • +55 (081) 3075-87-47, Claro Fixo
  • +55 (081) 8651-80-93, Celular OI
  • +55 (081) 9855-73-49, Celular Tim
  • +55 (081) 9258-46-10, Celular Claro
  • MSN: robertoluizsena3@hotmail.com
  • Skype: robertoluizsena1@skype.com
  • Endereço postal: RUA DA UNIÃO, 186 SL 301, Recife, Pernambuco, 50050015, Brasil

Horário de funcionamento

Renovações do site

Planejamento Tributário

05/10/15 18:05

Hoje o empresário, trabalha com seus próprios controles:
a) da conta corrente bancária;
b) de caixa;
c) de vendas; e
d) reposição de estoques.

A Contabilidade Gerencial, no mundo globalizado, abre num leque mais abrangente com subsídios à administração empresarial com os melhores métodos gerenciais de Ativos e Passivos.
Os ativos, poderão ser controlados pelos sistemas financeiros já existentes no mercado que gerencia a movimentação de Caixa , os contas bancárias, incluindo as aplicações financeiras e o controle de estoque de mercadorias e fornecedores (contas a pagar).
Já o controle do imobilizado, o patrimônio e as contas de resultado, precisam ter uma abrangência maior, por se tratar de uma apuração de lucros e sua destinação.
Os lucros e ou prejuízos apurados num balanço necessitam de uma análise mais detalhadas, que serão para verificar a distribuição dos lucros para o desenvolvimento empresarial e para os sócios de uma sociedade e/ou para um titular da empresa individual.
Para isto, sim precisa de uma contabilidade gerencial no sentido de tomada de decisão em qual setor da empresa está precisando de ajustes para melhorar os índices de lucros.
Quando a empresa poderá efetuar a sua opção pela tributação.
Se Lucro Real, Lucro Presumido ou Simples Nacional ou mesmo o Microempreendedor Individual.
Essas opções são tratadas de forma uniforme utilizando a evolução do faturamento empresarial conforme adiante:
Para o Microempreendedor Individual, o faturamento deve de R$ 0,01 até R$ 60.000,00 ao ano e contribuirá para o fisco nacional no valor de R$ 44,20.
Para o Optante pelo Simples Nacional, o faturamento deve de R$ 0,01 até R$ 3.600.000,00 com base no ano anterior e contribuirá para o fisco nacional, numa escala de percentual a partir de 4,00 até 17,00% conforme o volume de vendas do ano anterior.
Para os Optantes pelo Lucro Presumido, para um faturamento de R$ 0,01 até R$ 7.200.000,00 e obedecendo uma escala de 15% para IMPOSTO DE RENDA, 12% para a CONTRIBUIÇÃO SOCIAL, 3% o Cofins e PIS 1,2%.
Para os Optantes pelo Lucro Real